Normas para submissão

Relato de Experiência

Relato de Pesquisa

Pôster

1. Da Realização

1.1. O III CiMFor será realizado nas dependências da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, localizada no município de Realeza, Paraná, entre os dias 4 e 6 de setembro de 2019.

2. Da Inscrição

2.1. Poderão participar do III CiMFor docentes e discentes, regularmente vinculados à educação básica e/ou à instituição de ensino superior, no nível da graduação ou pós-graduação.

2.2.  Só  poderá  ser  realizada em local indicado na homepage deste Evento:

2.2.1 Com submissão de trabalho: (PRORROGADO ATÉ 23 DE AGOSTO).

2.2.2 Sem submissão de trabalho: até 04 de setembro por este site. Também serão aceitas inscrições nos dias e local do Evento.

2.3. As informações prestadas no ato da inscrição são de responsabilidade dos autores proponentes;

2.4. A  Comissão  Organizadora  não  se  responsabiliza  por  trabalhos  não  recebidos por questões técnicas de rede, internet ou qualquer outro imprevisto que impossibilite o recebimento da proposta.

2.5. A inscrição será limitada a um número de três trabalhos:

a) um como autor e dois como coautor.

b) serão aceitos até 4 coautores em cada trabalho, sendo que todos devem estar inscritos no evento.

2.6. Os participantes poderão se inscrever para:

a) Apresentação de Pôster, na modalidade:​

  • Relato de Experiência;

  • Relato de Pesquisa.

b) Comunicação Oral, na modalidade:

  • Relato de Experiência;

  • Relato de Pesquisa.

c) Ouvinte.

2.7. Os locais e horários das apresentações e comunicações serão divulgados no site do evento.

2.8. Os inscritos nas modalidades Pôster e/ou Comunicação Oral terão certificação de apresentação de trabalho no  evento,  e  terão seus resumos publicados nos Anais do evento.

2.9. Para a submissão do trabalho todos os autores e coautores devem realizar a inscrição mediante pagamento com DEPÓSITO IDENTIFICADO:

Banco: Sicoob

Agência: 3072

Conta corrente: 18.152-8

Nome: Jaqueline Wolfart

CPF: 114.443.149-20

Valores estão disponíveis no item inscrição

 

2.10. O valor da inscrição não será devolvido em hipótese alguma.

 

2.11. O comprovante do depósito deverá ser anexado ao formulário de inscrição:

​​​2.12. Os trabalhos devem ser enviados para o e-mail cimforsubmissoes@gmail.com, em formato .doc, .docx ou .odt. O título do arquivo deverá ser o nome completo do primeiro autor. Exemplo: "PedroSilva.docx".

3. Normas para Submissão e publicação dos Trabalhos

3.1.  Nas categorias Relato de Experiência e Relato de Pesquisa, poderão  ser  submetidos trabalhos para publicação nos Anais do evento.

3.1.1.  O trabalho enviado  pelos  proponentes  no  ato  da  inscrição  deverá obedecer às normas contidas no modelo proposto para o evento (mínimo de 4000 e máximo de 7500 caracteres sem espaços, excluindo as referências).

3.2. Os trabalhos devem ser enviados exclusivamente para o e-mail cimforsubmissoes@gmail.com, em formato .doc, .docx ou .odt. O título do arquivo deverá ser o nome completo do primeiro autor. Exemplo: "PedroSilva.docx"

3.3. Serão publicados nos Anais do III CIMFOR os trabalhos com os nomes dos autores e coautores que efetivamente realizaram o pagamento da inscrição. 

4. Normas para Apresentação de Trabalho

4.1. Comunicação Oral

4.1.1. A comunicação oral visa desenvolver diálogos sobre relatos de experiências e de pesquisas, fomentando a interação e aproximação entre comunidade acadêmica e científica.

4.1.2. . A comunicação oral será organizada por meio de eixos temáticos indicados pelo autor no ato da submissão do trabalho.

4.1.3. Será disponibilizado um aparelho projetor e um computador da própria instituição para apresentação de trabalho. Portanto, o apresentador deve trazer o arquivo em formato .pdf ou .jpeg, salvo em pendrive.

4.1.4. O apresentador do trabalho não poderá ausentar-se da sala de apresentação antes do término de todas as comunicações orais. 

4.1.5. Cada apresentação terá duração de 10 minutos e, ao final de todas as apresentações, será aberta discussão entre os pares.

4.1.6. Na sala, haverá um mediador que gerenciará a ordem, o tempo de apresentação e a discussão. 

4.1.7. A exposição do trabalho será feita pelo autor ou, na sua ausência, por um dos coautores.

4.1.8. Os trabalhos efetivamente apresentados receberão um único certificado.

4.1.9. Somente os trabalhos apresentados poderão serem publicados nos anais. 

4.2. Do Pôster

4.2.1. A exposição dos pôsteres tem o objetivo de fomentar a comunidade de pesquisadores e extensionistas para as pesquisas em andamento ou relatos de experiência. Estão implícitas nessa atividade a apreciação da produção técnico-científica e a difusão dos conhecimentos e práticas empreendidos em diferentes realidades e modalidades de ensino.

4.2.2. Os pôsteres deverão ser afixados na área dos Banners, em local previamente informado com o número de identificação fornecido no local do credenciamento, sendo responsabilidade do autor o material necessário para fixação do pôster.

4.2.3. Os horários das apresentações serão divulgados na programação do evento.

4.2.4. Os pôsteres deverão ser confeccionados seguindo orientações abaixo:

a) tamanho: 0,70 cm de largura por 1,00 m de altura.

b) a diagramação e a escolha das fontes, cores, imagens e objetos que compõem o pôster devem considerar a visualização do trabalho à distância de um metro.

c) o título do trabalho deve ser idêntico ao título utilizado para o resumo.

d) o conteúdo do pôster poderá estar em português, inglês ou espanhol.

e) a disposição do Layout fica a seu critério, mas deve inserir os elementos constitutivos do trabalho:


* Pré-textuais: Título - Dados dos autores - Eixo Temático - Palavras-chave

* Textuais: (o mais sucinto possível): Introdução - Metodologia (opcional para o relato de experiência e obrigatória para o relato de pesquisa) - Desenvolvimento/Resultados - Discussão - Considerações Finais

* Pós-Textuais: (só as citadas no corpo do texto) - Referências.

4.2.5. Cada autor é responsável pela afixação, manutenção e retirada do seu pôster. A afixação ocorrerá 15 minutos antes do início da sessão de pôsteres e a retirada deverá ocorrer 15 minutos após o encerramento da sessão.

4.2.6. É obrigatória a permanência do autor no período de exposição do trabalho, de acordo com a programação do evento, e nos casos em que a Comissão Organizadora julgar necessários.

4.2.7. A  ausência  do  apresentador no  horário  de  exposição  implicará  na  impossibilidade  de avaliação,  certificação e publicação em Anais do evento.

4.2.8.  O custeio para a confecção e impressão dos pôsteres é de total responsabilidade dos seus proponentes.

5.  Eixos temáticos

Eixo 01 - Formação Docente, Educação Escolar e Democracia.

O eixo acolhe trabalhos que tematizam a relação entre a boa formação docente, a escola pública de qualidade e a efetivação de uma sociedade democrática, tendo como fundamentação as abordagens pedagógicas críticas. Os artigos ou ensaios devem discutir questões como: contribuições conceituais dos pensadores clássicos para pensar dilemas atuais da educação. Desafios históricos da escola: do acesso, permanência e qualidade para todos. Formação docente ampla: científica, técnica, estética, ética e política. Formação docente e responsabilidade pedagógica e social com a democratização do conhecimento científico e cultural. Limites e possibilidades da promessa da escola moderna: do acesso a todos à formação da autonomia. A crítica da escola como reprodução: meritocracia e legitimação da desigualdade social. Teoria crítica, formação docente e democracia: educação, resistência e emancipação social.

Eixo 02 - Memória e Formação Docente.

Nesse eixo temático o objetivo é apresentar trabalhos sobre as temáticas: história, memória e escola e perspectivas teórico-metodológicas. Além disso, inclui-se também: memória e narração na escola, na formação de professores, os relatos (auto)biográficos e a formação continuada de professores. Docência, memória e identidade.

Eixo 03 - Formação social, Educação e Direitos Humanos.


Neste eixo os trabalhos devem discutir a educação sob a perspectiva do direito fundamental, direito ao acesso a escola, direito a permanência, direito as politicas públicas repressoras e de resistência sobre a educação enquanto direito. Analise do cenário das políticas e práticas para promoção da educação como direito fundamental. Considerações críticas sobre resultados parciais ou finais de estudos que abordam as teorias, as políticas e as práticas relacionadas aos Direitos humanos. A complexidades dos processos culturais, formação de profissionais e garantia dos direitos humanos.  

Eixo 04 - Formação Inicial e Contínua de Professores.

Neste eixo os trabalhos devem apresentar a Formação de professores inicial e continuada  tem como objeto global do campo de pesquisa sobre formação de professores o estudo do processo de construção, desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento e das competências necessárias ao exercício da profissão de ensinar, seus impactos, resultados e pesquisas sobre política de formação de professores.

Eixo 05 - Didática e Metodologias de Ensino Aprendizagem.

Neste eixo os trabalhos devem discutir a questão didática em sala de aula, a didática dos saberes, mecanismos da transposição didática,  estratégias e metodologias de ensino e aprendizagem,  a revisão epistemológica dos saberes e a articulação com o currículo.

Eixo 06 - Inclusão e Diversidade.

O eixo aborda a questão da inclusão para pessoa com deficiência no ambiente escolar e o acesso as políticas publicas. Também trata da questão da inclusão social por meio de políticas afirmativas. Mobilização social para promoção social e implementação de políticas públicas. Trata da questão da inclusão da comunidade LGBT e a inclusão e a diversidade na perspectiva da educação do campo, indígena, quilombola e educação para as relações étnico-raciais. 

Eixo 07 - Avaliação da Educação.

O eixo aborda a questão da avaliação na escola, avaliação e os indicadores nacionais, a avaliação na formação dos docentes nos diferentes níveis de ensino, divulgação e análise dos resultados das avaliações em larga escala e institucionais.Articulação  das secretarias de educação, unidades escolares e professores quanto às particularidades das avaliações quanto as avaliações em larga escala. Utilização dos resultados das avaliações pelos professores, unidades escolares e secretarias de educação no processo da gestão educacional.Promoção e implementação de políticas públicas através dos resultados das avaliações escolares. Relação dos professores e avaliação do ensino e a aprendizagem. Estratégias inovadoras para a avaliação do Ensino e da aprendizagem.

Eixo 08 - Ética e Formação Profissional.

O eixo aborta temas como a relevância da Ética na formação profissional contribuições de pensadores clássicos para pensar a atuação ética do profissional no tempo presente; considerações conceituais filosóficas sobre os códigos de ética profissional; desafios da formação abrangente: da competência técnica ao compromisso da bioética global; excelência profissional, qualidade de vida e responsabilidade social; Ética, projeto de vida e emancipação social

Eixo 09 - Educação em Ciências e Matemática e a Formação de Professores.

Neste eixo os trabalhos devem discutir o ensino de ciências e matemática na formação de professores da educação básica e superior. Também aborda a questão da problematização do ensino de ciências na escola, os ensino de ciências nos ambientes não formais e informais. Perspectivas do ensino de ciências e matemática a partir de problemas. Problematização do ensino de ciências na educação infantil e básica.

Eixo 10- Linguagens, Docência e Formação.

Nesse eixo, os trabalhos precisam abordar a questão da formação docente, voltando-se principalmente para a promoção de um espaço de reflexão sobre às práticas de leitura, de escrita, de oralidade e/ou de análise de enunciados produzidos em contexto escolar ou em outras esferas da comunicação humana. 

Eixo 11- Ensino à distância e ou Tecnologias na Educação.

Neste eixo os trabalhos devem discutir a questão da educação a distância, as contribuições, limitações e práticas inovadoras para o ensino a partir das ferramentas do ensino à distância. A contribuição das tecnologias da informação (redes sociais, ambientes virtuais, blogs, sites) no favorecimento do ensino aprendizagem.

6. Critérios de Avaliação para Publicação dos trabalhos

6.1. Para efeito de publicação nos Anais do III CiMFor deverão ser observados os seguintes critérios:

a) conteúdo em conformidade com o título do trabalho;

b) capacidade de síntese, considerando clareza, correção e adequação à linguagem do texto;

c) consistência metodológica;

d) redação científica de acordo com a norma culta da Língua;

e)  formato  do texto  em  conformidade  com  as normas estabelecidas para o  evento no  ato  da inscrição.

7. Dos recursos

7.1. A publicação provisória com a seleção dos trabalhos inscritos será divulgada no dia 22 de agosto  de  2019,  a  partir  das  20  horas, na  página  do  evento.

7.2. Caso o trabalho seja indeferido, o autor poderá solicitar recurso, até o dia 23 de agosto, as 20 horas, para o e-mail cimforuffsrealeza@gmail.com

7.3. A homologação final das inscrições será publicada no dia 25 de agosto  de 2019, a partir das 20 horas, na página do evento.

8. Das Disposições Finais

8.1. Os casos omissos serão tratados pela Comissão Organizadora do evento

Realeza, 08 de julho de 2019

Comissão Organizadora

CONGRESSO INTERNACIONAL DE MEMÓRIA & FORMAÇÃO DOCENTE –  CiMFor

Rua Edmundo Gaievisk, 1000 - Zona Rural, Realeza - PR, 85770-000

ISSN 2595-7708

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now